Arquivo | novidades RSS feed for this section

Música boa: Level Eight

13 out

Babado, confusão, tiroteio, pancadaria…

Conheci uma banda brasileira de música eletrônica a algum tempo, a Level eight e simplesmente me apaixonei pelo som. Confesso que não sou fã de eletrônica, mas a música deles tem algo diferente.

A banda teve início em São Paulo desde março de 2001 (como eu não conheci antes? Chateada), criada por Ricardo Vannucci. Bá, não vou falar mais nada, se liga na entrevista:

Por que este nome para a banda?

Então… na verdade o nome surgiu devido toda produção ser realizada no oitavo andar de um edifício em SP Capital, oitavo andar ou nível oito que foi traduzido para o inglês.

Onde se conheceram?

Eu, Doctor, o fundador, Vocalista e produtor da banda, conheci Lunna no próprio bairro onde resido em 2009 , Lunna é minha “vizinha”, eu estava a procura de uma guitarrista para a produção do álbum Filter Loop 2010 / 2011 eis que encontrei-a, estava ao meu lado e não sabia, rs… Lunna além de guitarrista ,também canta, compõe  e toca outros instrumentos no level ( uma Multi instrumentista ), já no caso do Graaff o conheci atráves de indicações de outros produtores e professores de música eletrônica que ministram aulas em uma faculdade de SP, Graaff tb tem seus projetos paralelos de e-music no estilo Gótico  EBM conhecido como Lágrima Negra.

Quem são os integrantes?

Para quem ainda não sabe a banda esta em sua 3º formação.

A atual é:

Ricardo Vannucci “DOCTOR” ,

Luana Oliveira “LUNNA”

Davi de Graaff “ GRAAFF”

Mas… já passaram pela banda:

Marco Aurelio “Mas Tranceware” do projeto Chaosdelic, que permaneceu na banda ( 2005 a 2008 ) participou da produção do álbum “Live in Sampa” 2006 e do Single “Sunlight” 2009 e Luiz Alves “The X” Que Permaneceu na banda ( 2009 a  2012 ) participou da produção do album “Filter Loop” 2011.

Apesar do Level ser formado por um Trio , vale salientar tb que em alguns shows contamos com a partipação de alguns músicos convidados como os Bateristas Jhonny Cavalcante e Joel Jr, os Tecladistas Leandro Bakamart e Sergio Golivek, Veejay e Backing Vocals Tatty Van Dahl

 O que cada um toca na banda?

Doctor: Vocais, Samplers e Programações

Lunna: Guitarra, Baixo, Voz e Teclados

Graaff: Controladores Midi, Bateria eletrônica e Programações

Principais influências musicais?

Na verdade cada integrante tem sua influencia especifica no caso Doctor  Mozart: Bandas Techno pop  dos anos 80 como Kraftwerk e hits da dance music dos anos 90. Graaff: EBM, Industrial,  Trance, Electro, Neo-Folk, Synth Pop, 80’s, gêneros variados de Metal como Goth, Folk/Pagan. Lunna: MPB,Rock Pop internacional e Nacional, Músicas Eletronicas no estilo Tribal e Dirty Dutch.

Cada integrante tem uma música favorita? Se sim, qual?

Sim.. Doctor gosta da Música “Fluxogram”  Lunna da “Lostwave” e  Graaff da “ Alien Commander”.

Projetos atuais?

Estamos com a tournê do álbum Filter loop 2011 com algumas apresentações agendadas ate o final de 2012 e acabamos de lançar um EP intitulado de Moog Tribute, uma homenagem ao criador do sintetizador Bob Moog.

 Projetos futuros?

Já estamos preparando um novo álbum para o final de 2012 ou mais tardar  inicio de 2013 com músicas inéditas, o álbum já tem um titulo “Circuits”. Aguardem muitas novidades por ai…

Então é isso, muito obrigada pessoal.

Se liguem meninas, sigam-nos:

Twitter – @leveleight

Facebook – leveleightlive

ReverbNation – leveleight

Blog- leveleightproject.blogspot

MySpace- leveleight

Cá entre nós, que tal vocês virem fazer um mega show na minha humilde cidade?

Perfeição mandou lembranças, viu?

 

Anúncios

Contato

11 out

As coisas mudam, às vezes nem sempre pra melhor (clichê online).

Hoje em dia o email é uma das formas de contato mais requisitadas do mundo inteiro. Juntando a necessidade de contato com vocês e a vontade também, criei um email pro blog, que é o: istoefato@hotmail.com

Sintam-se a vontade sempre que quiserem elogiar, reclamar, criticar, pedir…

Obrigada e me mandem um email!

Kissinger: o robô do beijo online

26 set

Oi meninas, como estão? Para o mundo que eu preciso contar uma coisa pra vocês!  Novidade principalmente para as meninas que tem um namorado virtual. Este abaixo é o Kissinger, o robô do beijo online.

 

O sistema é composto por esses dois fofos robozinhos com lábios especiais e muito sensíveis ao toque, são conectados a dois computadores diferentes. O Kissinger possui um sistema que transfere o movimento do beijo de um robozinho ao outro através de uma mídia interativa digital. Os robozinhos foram criados por Hooman Samani que é especializado em inventar sistemas para “aproximar” as relações virtuais, promovendo as suas criações no site Lovotics.

O sistema do Kissinger funciona da seguinte forma: você e seu amor virtual beijam os robozinhos do Kissenger ao mesmo tempo e eles reconhecem os movimentos, transmitindo-os para cada par. Obviamente, um sistema desses não substitui o contato físico, assim como o carinho e o calor de um beijo apaixonado.
E vocês, gostaram da ideia? Não sei se teria coragem de usar não, me parece esquisito.

Beijos meninas.