Reflexão de viagem

15 out

 

Segunda-feira, feriado. Minha mãe me acorda às 8:30 da manhã, oras. Me acordou para um pequeno “passeio” ao centro da cidade, não tive como recusar, ela não me deu escolha. Levantei da cama ainda sonolenta e me preparei pra sair. Tudo pronto, entramos no carro. Meu padrasto mudou nosso destino e faríamos uma viagem de 1 hora e meia pra visitar a minha tia que eu já não via a tempos. O que eu estou falando não nos leva a nada, mas preciso falar da viagem.

Sabe quando você põe uma música bem alta, o vento bate nos teus cabelos e você se sente em um clip? Acho que todo mundo deveria ter essa sensação ao menos uma vez na vida. Só que mais que se sentir em um clip, você tem que pensar no que você se tornou. Posso dizer que a nostalgia tomou conta de mim por simplesmente não poder mais agir como uma criança sem ser chamada de idiota. A vida obriga a gente mudar, não foi diferente comigo.

E a saudade insaciável do meu pai, que nunca mais poderei ver? Só de pensar que 7 anos atrás eu o tinha comigo…

Mudei radicalmente o meu conceito sobre amor, pra falar a verdade, nem sei o que o amor simboliza hoje pra mim. Talvez tudo ou talvez nada. E lógico, decepções amorosas teve um espaço na minha reflexão, coisa que todo mundo tem não pode ficar de fora né?

Não vou ser chata e encher mais vocês com os meus problemas, prometo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: